Wed 24.01.2018 | 05:52
 
 
 

BREVE DESCRIÇÃO: Os Hula Hooper são um colectivo formado em Agosto de 2007, e constituído por Takeyuki Hakozaki nos instrumentos e electrónica, e por Naomile na voz e electrónica. Naomile é uma cantora bastante conhecida no Japão por fazer versões de músicas na veia de uns Nouvelle Vague (por exemplo “I fought the law dos Clash”). A banda considera o impressionismo como uma grande influência, o que se torna rapidamente claro na leitura que fazem de diversos géneros musicais no seu EP Toushi Zuhou (que pode ser traduzido para português como "Representação da Perspectiva").

A primeira faixa do EP intitula-se “Light”, e fazendo jus ao seu nome, cresce languidamente como a luz de um dia esplendoroso rompendo as trevas de uma perturbada noite de sono, no alegre gesto matinal de correr uma cortina, deixar o sol invadir a pele e parar para observar tranquilamente o seu percurso numa qualquer varanda solitária da cidade.

A segunda faixa “Session 0” empurra-nos algo subitamente de volta ao mundo dos sonhos, aprisionando-nos num limbo entre a vigília e a sonolência, através de um embalo docemente fantasmagórico.

Na terceira faixa “Session 1” o rasto de agitação da música anterior desvanece-se, e vai surgindo imperceptivelmente um crescendo hipnótico que se apodera do corpo e o atira num sensual momento de naufrágio ao largo de misteriosas e enigmáticas terras, onde a rendição à viagem é absoluta.

A faixa quatro “Session 2” encerra-nos na envolvência do sono profundo, e funde-nos completamente no cosmos criado pelos Hula Hooper, e antes de nos acomodarmos num só lugar, descobrimos que já penetrámos na última faixa “Session 3”, que é como que o suspiro final antes do abandono duma terra, que se sabe nunca poder saborear do mesmo modo duas vezes.

A voz é o guia nesta estranha jornada intitulada Toushi Zuhou, e se umas vezes os instrumentos nos elevam com ela, nas outras dividem-nos, provocando a dor e a indecisão da separação. A música dos Hula Hooper não é apenas ouvida, mas acima de tudo assimilada num recanto remoto do cérebro, e como um psicotrópico provoca uma quente alucinação de conforto uterino.
As melodias são subtis e entranham-se calmamente sob a pele, de forma que se torna impossível reproduzi-las ou descrevê-las, mas simplesmente fácil saboreá-las e sentir a sua falta»
- Hugo Filipe Lopes


DESIGN: MiMi Records Fotografia: Keiko Maruyama


REVIEWS:

«An interesting album found on the portugese netlabel MIMI...»
- yamanotedreams 07.10.2007)


«During the first Song on Hula Hooper - Toushi zuhou still another feather-easy Pop number is, offers the remainder of the EP experimental Ambient sounds, which leave a very sleepy and dreamed impression. This release could serve a book of pictures such as Sleeping Yasuko Matsuyuki well as suitable musical Untermalung.»
The Crime in your coffeee (28.01.2008)


«"Ethéré" est sans doute l’adjectif qui conviendra le mieux pour qualifier la musique de Hula Hooper, un duo japonais tout mimi composé de Takeyuki Hakozaki et de Naomile. Avec voix (...et quelles voix !), guitare, sonorités électroniques, elles composent une drôle de mini-symphonie aussi aérienne que poétique, totalement captivante, notamment sur le premier titre, le magnifique "Respiration 1". Un exercice qu’elle répètent plus loin sur le titre "Evening Song". Deux titres entrecoupés de deux autres, plus pop, plus classiques, mais non moins intéressants. Ces deux filles se disent influencées par Debussy, la musique contemporaine, le jazz, la bossanova. Tout un programme... et surtout une jolie découverte !»
netlabelsrevue (07.05.2008)




 

EDITION : Mi081
ARTISTA : Hula Hooper
TÍTLE : Toushi zuhou
TYPE : EP
TIME : 21'58'
GENRE : Ambient /Classical


LISTA DE FAIXAS :

01. Light   [ DOWNLOAD ]
02. Session 0   [ DOWNLOAD ]
03. Session 1   [ DOWNLOAD ]
04. Session 2   [ DOWNLOAD ]
05. Session 3   [ DOWNLOAD ]


>> Todas as faixas   [ DOWNLOAD ]


>> Capa   [ front + back ]




>>
Esta edição é licenciada sob a
Creative Commons License.
 


 
   
 
   
 
 
  MiMi Records
2003-2017 @ COPYRIGHT. Todos os direitos reservados.