Loading...
AnimeArtigos

Gintama: Kanketsu-hen – Yorozuya yo Eien Nare

Sempre gostei de Gintama. Lembro-me perfeitamente de estar a coser o fato da Botan enquanto via Gintama. Assim, é um franchise que me traz boas memórias e ao qual volto uma e outra vez. Quando saiu este novo filme, foi com grande excitação que o tirei logo para ver, na esperança de encontrar mais e mais de uma série tão simpática. O filme é tão bom como desapontante, tudo em partes iguais.

1

Depois de apanhar um pirata numa sala de cinema, Gintoki é levado para um futuro alternativo em que existe uma praga a matar toda a gente. Encontra versões alternativas dos seus amigos e descobre que, nesse futuro, está morto. Todos o vêm com uma forma diferente e bastante bizarra e bastante engraçada. Assim, é um filme sobre viagens no tempo, em que revisitamos todos os personagens do franchise, com mais ou menos detalhe.

Os gags têm a sua piada, como sempre, havendo momentos de pura hilariedade. No entanto, o filme peca pela falta de desenvolvimento dos conceitos e pelo final, em que se desenrola épica luta, demasiado típica para o meu gosto.

2

Apesar de ser um filme e, por isso, ter elementos de produção mais elevados, não existe grande dedicação a cenas de animação, estando praticamente toda a acção concentrada na desinspirada luta final. Esta, como envolve todos os personagens da série, acaba por se tornar confusa, repetitiva e bastante aborrecida.

No que respeita à comédia propriamente dita, gostei sobretudo de não terem abusado das piadas escatológicas (que foi o pecado da segunda season) e de tornarem as piadas sexuais mais subtis.

Em termos musicais, revisitamos a artista Tomoko Kawase que aqui usa o seu alter ego Tommy heavenly6 e que interpreta Pray – música pela qual eu tenho adoração – e ainda temos os SPYAIR com Genjō Distraction (Scene of the Crime Destruction). As músicas e vozes continuam de génio, mas a isso já estávamos habituados.

3

Gintama: Kanketsu-hen – Yorozuya yo Eien Nare é realizado por Fujita Yoichi (responsável por todas as séries e filmes do franchise Gintama) e com a ajuda e participação dos estúdios da Sunrise (Cowboy Bebop, Code Geass e Tiger & Bunny), foi lançado no ano passado (2013). É um bom filme para quem ame a série. Para aqueles que não estão propriamente familiarizados com Gintama, o filme não terá o efeito pretendido.

Escrito por: Carol Louve

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Connect with Facebook

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.