Loading...
AnimeArtigos

Gochuumon Wa Usagi Desu Ka??

Vasculhando o baú de animes japoneses que já foram emitidos, “Gochuumon Wa Usagi Desu Ka?? (ご注文はうさぎですか?)”, tornou-se sem dúvida uma obra que aconselho a todos a assistir neste Natal, não só pelo seu conteúdo carinhoso e fofinho, mas também porque alguns dos episódios finais da série abordam o período da Quadra Natalícia e do Ano Novo, uma época especial pelo seu forte significado.

Traduzido em inglês para “Is the Order a Rabbit??”, esta produção, consiste num manga escrito e ilustrado pela Koi, publicado na revista Hōbunsha’s Manga Time Kirara Max, desde Março de 2011, tendo os capítulos sido compilados num total de oito volumes, em Setembro de 2019.

A adaptação a formato de televisão ocorreu através da White Fox, entre Abril e Junho de 2014. A segunda temporada ocorreria entre Outubro e Dezembro de 2015, pela White Fox e Kinema Citrus. Existem ainda dois episódios especiais, conhecidos como OVAS, que saíram entre Novembro de 2017 e Setembro de 2019. O anime contou com a direção de Hiroyuki Hashimoto; a produção ficou a cargo de Gaku Iwasa, Hiroyuki Kobayashi e de Mitsutoshi Ogura; enquanto a escrita do roteiro por Kazuyuki Fudeyasu e a música por Ruka Kawada, estando ao todo prevista a emissão de 24 episódios, emitidos pelas emissoras Tokyo MX, Sun TV, KBS, TV Aichi, AT-X, e BS11. A música de abertura intitula-se “Daydream Café” e a de encerramento é “Poppin’ Jump♪”. O episódio 12 em particular contou com uma música diferente para o final, “Nichijou Decoration”, pelas Petit Rabbit’s.

Esta trama centra-se na personagem de Cocoa Hoto que mudando de casa para ingressar no ensino médio, acaba-se hospedando num lugar que tem anexado um café/restaurante, de nome “Rabbit House”, tipo bistrô, transmitindo a ideia de que nele existem coelhinhos prontos a interagir com as pessoas.

O espaço é gerido por Chino Kafū, uma menina do ensino fundamental, que é filha do dono do café (Takahiro Kafū), e pela ajuda de Tippy, a mascote do café, que passando a convicção de ser um coelho, parece mais uma fofa bola de pelo angorá que se desloca sempre na cabeça de Chino. Embora seja fêmea, guarda o espírito do seu avó, dando apoio aos que trabalham no “Rabbit House”,  e apesar de comunicar em frente de todos com uma voz profunda e grossa, faz com que pensem que, quem na verdade fala, é a Chino, mas por meio de ventriloquismo.

Ao conhecerem-se, Cocoa acha Chino tão fofa que quer ser sua irmã mais velha. Já Chino, não acha muita graça, precisamente devido à sua personalidade tímida e envergonhada. Cocoa vai precisamente a partir deste momento, experimentar uma mudança no seu dia-à-dia, conhecendo novas amigas, e com as quais passa a trabalhar no café do pai de Chino, nomeadamente Rize Tedeza, que, mesmo vindo de uma família com influências militares, é bastante feminina.

Cocoa torna-se igualmente amiga de Chiya Ujimatsu que gere uma casa de café de família (as célebres Coffee Shop), o “Ama Usa An” dedicado à gastronomia e essência japonesa, que tem por mascote, um coelho cinzento escuro de nome Anko; e Syaro Kirima que sendo amiga de infância de Chiya, trabalha também num café dedicado a chás de ervas, o “Fleur de Lapin”, mas ao contrário das outras, tem medo de lidar com coelhos, em particular de Anko.

Todas acabam por se conhecer, precisamente por trabalharem no ramo da restauração, o que faz com que interajam com bastante frequência, até mesmo para pedirem conselhos e adquirir mais conhecimentos, sobre como lidar com o público, ou como gerir um café, acabando algumas vezes por se ajudarem mutuamente, mudando de local de trabalho, dando assim uma mãozinha, sobretudo em alturas de maior afluência.

Outros nomes como Maya Jōga e Megumi Natsu, amigas de escola de Chino, passam a ir ao “Rabbit House” para ajudarem no café, e acabam tornando-se amigas de todas as restantes, em particular de Cocoa, que olha para elas como se fossem suas irmãs mais novas, talvez pelo facto de estar longe da sua família, em particular da sua querida irmã mais velha, Mocha Hoto.

Midori Aoyama é outra personagem que vai surgindo ao longo da história, e que apesar de ser uma escritora, por vezes trabalha no “Rabbit House”, auxiliando o pai de Chino, pois durante a noite, o tal café, torna-se um bar.

Aos que gostam de comédia e cenas do quotidiano, não podem perder esta narrativa fantástica, até porque está para breve uma terceira temporada, já a partir de 2020, um anime cheio de peripécias e aventuras, capaz de mostrar o lado mais doce e sensível do ser humano.

Um enredo onde a amizade é o mais importante acima de tudo e apesar de todas trabalharem em três cafés diferentes, qualquer tipo de rivalidade e competitividade é colocado de parte, para dar preferência à generosidade, ternura, cumplicidade e união entre todas.

Escrito por: Mia Matos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Connect with Facebook

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.