Loading...
AnimeArtigos

Hitsugi no Chaika

Este é o segundo anime da season (primeiro semestre de 2014) a terminar. Quando escolhi este anime para ver, tinha uma expectativa completamente diferente do que veio a aparecer. Não que o resultado tenha sido mau, apenas estava à espera de uma coisa bem diversa. Apresenta-se-nos, então, um anime de fantasia com os seus aspectos de interesse.

1

Dois irmãos, que estiveram na guerra, vêem-se numa viagem com uma misteriosa rapariga. Chaika de seu nome, transporta um caixão com uma arma mágica. O objectivo dela é reunir as partes do corpo daquele que foi o seu dono, pai ou mestre, por razão que não é muito evidente. O anime tem uma natureza episódica ao início, sendo que mais tarde os nossos personagens se envolvem numa busca pelo poder, político e não só, do universo em que vivem.

O universo fantástico em que decorre a história tem o seu quê de qualquer coisa. Sabemos que este país, onde há animais fantásticos e dragões que se transformam em menina, esteve em guerra. Agora, o resto não sabemos. Achei que este aspecto, o do universo, poderia ter sido muito mais explorado. Pareceu-me que, mais desenvolvido, poderia ser muito rico e detalhado. No entanto, o anime prefere focar-se nas interacções entre as personagens, nomeadamente nas incapacidades sociais de Chaika.

2

Isto teria sido bem melhor se esta personagem não fosse tão simples. É-nos dito que lhe faltam memórias, passe o spoiler, mas a forma infantil como age, a maneira de falar, todos estes pequenos detalhes, tornam-na numa personagem um pouco oca e aborrecida. É muito mais divertido ver os dois irmãos e as suas personalidades em oposição, sendo que eles também receberam melhor explicação para serem como são.

Em termos de animação, nada a apontar. Não é extraordinária, mas tem os seus momentos, sobretudo nas cenas de acção e, mais que isso, nas cenas de acção que envolvem o dragão. O design das personagens parece-me pouco realista dentro do contexto, parecendo que os autores se preocuparam mais em fazê-los “giros” do que “práticos”

Musicalmente, temos um tema de abertura e de encerramente medianos, passando-se o mesmo para todos os outros temas. Por isso podemos dizer que a banda sonora desta série facilmente cairá no esquecimento.

3

Quanto à ficha técnica de Hitsugi no Chaika (A Princesa do Caixão, em português) é composta por 12 episódios que foram transmitidos entre o mês de Abril e Junho (2014), foi produzida pelo famoso estúdio Bones (Tokyo Magnitude 8.0, Soul Eater ou Gosick), sob a responsabildiade do realizador Soichi Masui. Como nota de curiosidade e à semelhança de tantas séries de anime, também Hitsugi no Chaika foi baseado numa light novel escrita por Chirō Sakaki e que até à data já sairam 9 volumes.

Teremos segunda season, o que será bom para concluir a história e percebermos (espero eu) um pouco mais sobre este mundo e, sobretudo, sobre Chaika. Acredito que esta personagem tem potencial, mas que apenas está mal aproveitado para poder fazer o favor aos fãs deste tipo de menina.

Escrito por: Carol Louve

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Connect with Facebook