Loading...
AnimeArtigos

Kaguya-Sama Wa Kokurasetai

É um anime que estreou este ano trazendo consigo uma inesperada história de romance e comédia.

Kaguya-sama wa Kokurasetai: Tensai-tachi no Renai Zunousen (かぐや様は告らせたい〜天才たちの恋愛頭脳戦〜), conhecido internacionalmente pelo título: Kaguya-sama: Love is War, é uma produção escrita e ilustrada por Akasaka Aka, tratando-se de uma comédia ao estilo seinen. 

O anime começou a ser publicado em 19 Maio de 2015, na revista Miracle Jump, tendo sido posteriormente transferida para a revista Weekly Young Jump, em 24 Março de 2016, sendo os capítulos compilados em volumes de formato tankōbon, pela maior editora do Japão, a Shueisha, que tem sede em Tóquio.

A Viz Media anunciou na Comi-Con, em Julho de 2017, que o manga seria divulgado em inglês na revista Shonen Jump, precisamente com a designação de “Kaguya-sama: Love is War”. O anime contou ainda com dois spinoff, um intitulado: Kaguya Wants to be Confessed to – Dōjin Edition (かぐや様は告らせたい 同人版, Kaguya-sama wa Kokurasetai: Dōjin-ban), ilustrado por Shinta Sakayama, tendo sido lançado a 14 de Junho de 2018, no site Tonari no Young Jump; enquanto o outro em formato yonkoma, foi ilustrado pela G3 Ida, com o título We Want to Talk About Kaguya (かぐや様を語りたい, Kaguya-sama o Kataritai), publicado na Young Jump em 26 de Julho de 2018, que fala sobre duas meninas, que frequentam o grupo de jornalismo e que têm uma enorme adoração por Kaguya e sua turma, embora não tenham noção alguma do funcionamento do Conselho Estudantil.

Em 1 de Junho de 2018 foi divulgada a adaptação a anime, produzida pela A1-Pictures, sendo dirigida por Mamoru Hatakeyama; escrito por Yasuhiro Nakanishi; a ilustração a cargo de Yuuko Yahiro; a direção de som por Jin Aketagawa; e a composição musical por Kei Haneoka.

A série foi emitida a 12 de Janeiro de 2019 pela MBS, Tokyo MX, Chukyo, TV Niigata, entre outras emissoras, contando ao todo com 12 episódios. A música de abertura designa-se: “Love Dramatic” feat. Rikka Ihara (ラブ・ドラマティック feat. 伊原六花, Rabu Doramatikku feat. Rikka Ihara)”, por Masayuki Suzuki , Rikka Ihara e Yoshiki Mizuno, enquanto as músicas de encerramento se intitulam “Sentimental Crisis” (センチメンタルクライシス), por Halca e Chikatto Chika Chika (チカっとチカ千花っ), por Kohara Konomi.

Ao contrário de outros enredos, esta trama desenrola-se à volta essencialmente de quatro protagonistas, Miyuki Shirogane, presidente do Conselho Estudantil da prestigiada Escola Shuchiin, frequentada apenas por estudantes pertencentes à elite da sociedade nipónica; Kaguya Shinomiya, vice-presidente; Chika Fujiwara, secretária e Yū Ishigami, tesoureiro.

Todos pertenciam ao Conselho, desempenhando arduamente as suas funções, não só enquanto estudantes, mas também enquanto representantes da Shuchiin.

Além da amizade e companheirismo que os unia a todos, Miyuki Shirogane e Kaguya Shinomiya eram particularmente vistos por toda a escola como sendo um “casal perfeito”, que deslumbrava tudo e todos por onde passavam, como uma espécie de modelo a seguir.

Contudo, após passarem algum tempo convivendo, acabam efetivamente por se apaixonar de verdade. Porém, a sua relação, digamos que era conflituosa e um tanto ou quanto, complicada de se entender, pois ambos se amavam, no entanto, nenhum tinha força suficiente para o demonstrar, vivendo em constante atrito, e entre jogos psicológicos, para ver quem cedia primeiro, já que consideravam que assumir os seus sentimentos, seria encarado como um sinal de fraqueza.

Demasiado orgulhosos para confessarem o seu amor, ambos entram numa autêntica guerra emocional, que só terminará quando um dos dois reconhecer o que sente pelo outro e ter coragem suficiente para dizer o que vai no interior do seu coração.

Um anime cheio de surpresas, pois nunca sabemos o que esperar das personagens desta narrativa, ao mesmo tempo que está recheada de momentos de grande humor, devido às atitudes e peripécias inusitadas que tanto caracterizam as cenas desta série, trazendo assim, um novo frescor à trama e levando o telespectador a pensar em como nunca sabemos até onde o orgulho e o amor podem levar uma pessoa.

Aos que gostam deste género de animes, de estilo comédia romântica, não podem mesmo perder o desenrolar desta interessante e empolgante história, até mesmo para podermos apreciar a engraçada música de abertura, e entender igualmente quem, entre Miyuki Shirogane e Kaguya Shinomiya dará o primeiro passo.

Escrito por: Mia Mattos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Connect with Facebook