Loading...
AnimeArtigos

Lembram-se da Ranfan?

Uma das oito finalistas do 21º torneio de artes marciais, Ranfan era uma das poucas lutadoras femininas a marcar presença no Dragon Ball. Dotada de algum talento no que a artes marciais dizia respeito, Ranfan tinha na sedução a sua maior arma. Uma arma que a jovem de cabelo violeta não hesitava em usar sempre que se deparava com adversários mais fortes.

Todavia, tal não lhe valeu de muito aquando da batalha dos quartos de final com Nam que a venceu ao atacar-lhe com os seus olhos cerrados (de forma a evitar olhar para Ranfan que nesta altura estava só em lingerie). Nascida no ano de 726, Ranfan casaria com um homem chamado Trunks (não o filho de Vegeta e Bulma) pouco depois do final do torneio.

Depois desse torneio, a jovem desapareceria de vista, sendo apenas mencionada como um dos possíveis alvos a abater durante o arco do King Piccolo e mais tarde como aliada da infame gangue do antigo imperador Pilaf. Ranfan fez a sua estreia no terceiro volume da manga do Dragon Ball e no 21º episódio do anime, sendo de salientar que a coloração do cabelo da personagem difere nas duas aparições.

No manga Ranfan tem cabelo laranja, ao passo que no anime, como já mencionei acima, o mesmo é violeta (uma característica que ela partilha com diversas personagens da série).

Criada por Akira Toriyama em 1985, Ranfan serviria de inspiração para outras personagens, nomeadamente:Fanfan (exclusiva do anime), Trampire, Renault Citroen (ambas em Doctor Slump) e Prima Donna (um boss do jogo Dragon Quest IV para a NES).

Ranfan, cujo ataque mais poderoso é o Heat Punch, fez ainda diversas aparições em jogos de vídeo, sendo que a mais importante delas foi feita em Dragon Ball Origins (DS, 2008), onde surgia na categoria de boss opcional.

Escrito por: Ivo Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Connect with Facebook