Baseado no manga de Cha Kurii que tem vindo a ser publicado desde 2009 e contando já com seis volumes às suas costas, Plastic Nee-san (+チック姉さん, Chikku Nee-san ou +Tic Neesan) é uma série de doze episódios vêem-se em 20 minutos: cada um tem 2. Trata-se de uma comédia muito simples, que segue as aventuras e desventuras de três mocinhas (Iroe Genma, Makina Sakamaki e Hazuki Okamoto) que pertencem ao clube de modelismo.

Mas pouco se fala de modelismo e as piadas são aquelas que já vimos na maior parte dos animes do género. Em dois minutos não é possível haver uma boa caracterização dos personagens, mas há um esforço por estabelecer, pelo menos, algumas personalidades distintas. Mesmo assim conseguimos destacar a rudeza de Nee-san e a incapacidade de empatia com as suas “supostas” amigas, a violenta Hazuki “Okappa” Okamoto e a racional Makina “Makimaki” Sakamaki, a personagem mais mais normal de todo o elenco.

Além do trio também existem outros personagens, como as adoráveis gemeas aterrorizadas com a preparação do mochi, uma paródia excepcional a uma himedere (pessoa que quer ser tratada com realeza pelos seus amigos mais chegados), um personagem com uma forma peculiar de abraçar ou a pobre enfermeira com um passado trágico suas costas. Entre eles existem e grandes momentos, como a dança de acasalamento.

Infelizmente, o anime não pega nas situações em que se poderia distinguir e ser único (por exemplo, falar de modelismo) e limita-se a percorrer um leque de graças que se tornam rapidamente repetitivas.

Para um anime lançado directamente na internet (um ONA em vez de OVA), a animação não está totalmente incapaz. Os níveis de produção são baixos, mas o tema do anime também não pede muito mais que isso. Assim, acaba por ser aceitável e ter uma boa relação qualidade-tempo, embora não seja a última bolacha do pacote.

Musicalmente, tanto os temas de abertura “Plastic☆Shikou” (ぷらすちっく☆思考) interpretado por ULTRA-PRISM como o de encerramento “Watashi to Watashi ga Shitai Koto” (私と私がしたいこと) por Yuka Saotome cumprem bem as suas funções e coadunam-se bem com o espírito da coisa.

Relativamente à equipa de produção a série foi realizada por Tsutomu Mizushima (Cryon Shin Chan e XXXholic) e a produção a cargo de dois estúdios: Barnum Studio (Campione! e Samurai Champloo) e TYO Animations que apesar de ser um estúdio relativamente recente nem uma lista de animes no seu portfolio bastante considerável, Attack on Titan, ERASED, Persona 4: The Animation e Yo-kai Watch para citar alguns deles.

No elenco da série temos as três seiyuu (nome dado às artistas que fazem as vozes dos personagens) principais: Mari Kanou (que deu voz Fumika Narutaki em Negima!) como Neesan, a cantora pop Marina Inoue como Makimaki e Yumi Uchiyama (Ruri Miyamoto em Nisekoi) como Okappa.

Plastic Neesan (+チック姉さん) é o tipo de anime que poderia ter sido muito melhor se tivesse seguido por um caminho completamente diferente, por isso procuram um anime engraçado com um humor estranho, um pouco de ecchi e que não exige nenhum esforço mental, este pode ser uma solução.

Escrito por: Carol Louve