Loading...
AnimeArtigos

Rudorufu to Ippai Attena

Estreou a 12 de Abril de 2018 nos cinemas portugueses, dublado, apesar de ser já um filme de animação japonesa de 2016. “Rudolfo, o gatinho preto”, do original “Rudorufu to Ippai Attena” (ルドルフとイッパイアッテナ), conta-nos a história de um pequeno gato doméstico que vive com a sua dona Rie na cidade de Gifu, no Japão.

Apesar de amar a dona, Rudolfo sai de casa para explorar as ruas e os arredores. Porém, acaba por adormecer dentro de um camião de mercadorias e é levado para longe de Gifu. Perdido na cidade de Tóquio, encontra gatos de rua que o acolhem e lhe ensinam a viver como um gato vadio.

Tenhomuitos é o nome do gato que se junta a Rudolfo nas suas novas aventuras, e juntos exploram as ruas de Tóquio. Rudolfo aprende a ler e a escrever, as duas artes que, quando dominadas, permitem aos gatos sobreviver em qualquer lado e irem a qualquer lugar. Um ano mais tarde, ainda com saudades de casa, Rudolfo tenta voltar a casa e reencontrar a sua dona Rie. Contudo, o regresso a Gifu revela-se inesperado e o seu destino traz muitas surpresas e reviravoltas.

O filme não quer ter apenas a missão de entreter e divertir os seus espectadores, quer também incentivar os mais pequenos a estudar e aprender a ler e a escrever, isto porque os ajudará muito no seu dia a dia a compreender as coisas que os rodeiam. para isto usam o gato Tenhomuitos que ensina aos poucos o protagonista Rudolfo a voltar para sua casa.

A animação deste filme 3D é fluída, devido à tecnologia que os criadores já estavam habituados a trabalhar, o que gerou um filme com bastante qualidade. Também os cenários e “backgrounds” foram escolhidos de vários locais do Japão, representando-os tal e qual como são na vida real. Apesar de se tratar de uma história de gatos, as paisagens e os costumes japoneses estão bem patentes no desenrolar da história.

A banda sonora de “Rudorufu to Ippai Attena” também é bastante boa tendo em conta que foi composta por Naoki Satō, o compositor que deu música a animes como Pretty Cure series, Moyashimon e ao filme Stand By Me Doraemon.

Falando da equipa de seiyuu (nome dado aos actores que fazem as vozes) original japonesa tem que destacar as vozes de Ryohei Suzuki (Umimachi Diary, um filme de Kore-Eda), Norito Yashima (Gamera 3) e Arata Furuta (Jūsannin no Shikaku, de Takashi Miike), entre outros.

“Rudolfo, o gatinho preto” é adaptado do livro com o mesmo nome, de Hiroshi Saitō, e a realização pertence a Kunihiko Yuyama (director dos filmes Pokémon ao longo de mais de 20 anos e de Yokai Watch) e a Motonori Sakakibara (conhecido pela direcção dos filmes “Final Fantasy: The Spirits Within” e “Pac-World”).

Um filme de animação emocionante para todas as idades, onde aprendemos o poder da leitura e da escrita como condutores da nossa vida, sempre aliados à força da amizade!

Escrito por: Leonor Carvalhão

One comment
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Connect with Facebook