Loading...
ArtigosCultura

10 Ensinamentos de Miyamoto Musashi

Miyamoto Musashi, conhecido pelos seus 60 duelos vitoriosos, é um dos melhores mestres samurai cujos ensinamentos passaram de geração em geração através de várias obras literárias. Contudo, a sua sabedoria ultrapassa as fronteiras das artes marciais e pode ser absorvida pelo mais comum dos homens.

Em sua homenagem, o Club Otaku reúne uma breve biografia do mestre e inclui dez dos seus melhores ensinamentos.

Nascido por volta de 1584 (a data exacta é desconhecida), o nome completo de Musashi era Shinmen Musashi-no-Kami Fujiwara no Harunobu (新免武蔵守藤原玄信). Shinmen era o nome do lorde que o seu pai (Shinmen Munisai) servia, Shinmen Iga no Kami, senhor de Takayama. Musashi no Kami era um título, no caso o título de governador da província de Musashi. E Fujiwara é o nome da linhagem da qual Musashi afirmava fazer parte.

O seu primeiro duelo aconteceu quando Musashi tinha 13 anos. O seu adversário era Arima Kihei, um samurai que lutava usando o estilo Kashima Shinto-ryu e que procurava novos oponentes. Surpreendendo todos, esta foi a primeira de 60 vitórias de Musashi.

Durante a guerra entre os Toyotomi e os Tokugawa, Musashi lutou ao lado do exército de Toyotomi e do seu clã, Shinmen. O ainda jovem mestre fez parte da invasão ao castelo de Fushimi, na defesa do castelo de Gifu, e na famosa batalha de Sekigahara. No total, ao longo da sua vida, é tido que Musashi participou em seis batalhas.

Aos 20 anos, Miyamoto viaja até Kyoto onde duela com os líderes da Escola de Yoshioka. Todos são derrotados, tendo o mais novo,  Yoshioka Matashichiro de 12 anos, acabado morto.

Responsável pela criação da técnica de dupla-espada, Ninten’ichi ou Nitoichi, Miyamoto Musashi era um artista, escultor, e caligrafo. O mestre escreveu igualmente alguns textos e livros, sendo um dos mais conhecidos O Livro dos Cinco Aneís, no qual Musashi afirma que um samurai deve conhecer várias profissões, aumentando o seu conhecimento e a sua técnica através da experiência da batalha.

O Livro dos Cinco Aneís inclui inúmeros ensinamentos que devem ser partilhados, pela sua sabedoria e verdade. Aqui estão alguns dos melhores.

  • Ao saber o que existe, podes saber o que não existe. Isto é o vazio. As pessoas deste mundo olham para as coisas erradamente, e pensam que o vazio é aquilo que não compreendem. Isto não é o vazio. Isto é confusão.
  • Respeita Buddha e os deuses sem contar com a sua ajuda.
  • Não te arrependas do que fizeste.
  • Deves cultivar a tua sabedoria e o teu espírito. Embeleza a tua sabedoria: aprende sobre justiça pública, distingue entre bom e mau, estuda as diferentes artes uma por uma.
  • Pode parecer difícil ao início, mas tudo é difícil ao início.
  • O sedentarismo é o caminho para a morte. A fluidez é o caminho para a vida.
  • Fúria. Controla a tua fúria. Se guardares rancor contra os outros, eles têm controlo sobre ti. O teu oponente pode dominar-te e derrotar-te se permitires que te irrite.
  • Tens de compreender que existe mais do que um caminho para o topo da montanha.
  • Sem medo, sem hesitação, sem surpresa, sem dúvida.
  • O objetivo supremo das artes marciais é o de não serem usadas.

Estes foram algumas das frases mais icónicas de Miyamoto Musashi. O que achas dos seus ensinamentos?

One comment
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Connect with Facebook