O britânico Kazuo Ishiguro, de 62 anos, nascido na cidade de Nagasaki em 1954 mas que se mudou com sua família para o Reino Unido quando ele tinha cinco anos foi galardoado esta quinta-feira (5 de Outubro) com o Prémio Nobel de Literatura 2017.

Ishiguro é o autor de vários romances publicados em Portugal editados pela Gradiva tem seis livros do autor editados: Os Despojos do Dia (1989, vencedor do Booker Prize), Os Inconsolados (1995, vencedor do Cheltenham Prize), Quando Éramos Órfãos (2000, nomeado para o Booker Prize), Nunca me Deixes (2005, nomeado para o Booker Prize), Nocturnos (2009) e o mais recente O Gigante Enterrado.

Alguns dos livros também foram adaptados para cinema como são os casos de: Os Despojos do Dia (1989, protagonizado por Anthony Hopkins e Emma Thompson); e Nunca me abandones (2005, com os actores Carey Mulligan, Keira Knightley e Andrew Garfield).

O seu mais recente título é O Gigante Enterrado e explora como a memória se relaciona com o esquecimento, a história com o presente e a fantasia com a realidade.

Sara Danius, secretária da Academia Sueca, explicou que Ishiguro foi premiado pelo jurado por criar “novelas de grande força emocional”. A sua literatura aborda temas como a memória, o tempo ou a auto-ilusão.

Ishiguro tira o trono ao anterior galardonado, Bob Dylan.