Os japoneses adoram onomatopeias e têm também imensos yokai, por isso, não é de admirar que existam alguns destes seres fantasmagórios e monstrosos com as duas características no folclore do país do Sol Nascente. Um desses seres fantasmagóricos é Betobeto-San (べとべとさん), um yokai que segue as pessoas que andam à noite, fazendo o som “beto beto” com suas sandálias de madeira. Esta entidade não consegue ser vista, mas ouvida.

A palavra “beto beto” (べとべと) pode ter diferentes significado na língua japonesa. Os japoneses gostam também muito das palavras homófonas, e por isso, eles usam o kanji para nos darem uma pista sobre o significado. mas não neste caso, porque aqui, beto beto está escrito em hiragana, e por esse motivo temos que deduzir.

O que encontramos nos dicionários e o significado mais comum da onomatopeia beto beto é “pegajoso”. Mas neste caso, esta onomatopeia é relativa ao som dos passos dados pelas famosas geta (as sandálias de madeira), por isso a tradução correcta seria o “Sr. Passos” (sim, mas não é esse senhor da política nacional).

As pessoas que andam pelas ruas sozinhas à noite, por vezes, encontram este inábil, mas, no entanto, perturbador yokai. A sua habilidade é conseguir sincronizar os seus passos com as pessoas e segue-os o tempo que for possível, cada vez mais perto de cada passo. Para as vítimas, esta perseguição pode ser bastante traumática.

Em todo o caso, e apesar do seu nome, Betobeto-san não é um yokai perigoso e não faz mal a ninguém. Se alguma vez ouvirem o som atrás de vocês, encostem-se a um dos lados do passeio e convidem-no a passar à frente. Se estão na província de Nara, a frase que devem dizer é simplesmente esta: “Betobeto-san, Osakini Okoshi” (お先にお越し; “Por favor Betobeto-san, tu vais primeiro.”) No caso de estarem da Prefeitura de Shizuoka o convite é bastante mais informal “Osakini Dozo” (お先にどうぞ; “Vai em frente.”). Depois destas palavras, é quase cem porcento certo que o fantasma aceitará o convite e segue o seu caminho em busca de um novo transeunte.

A forma mais conhecida do yokai Betobeto-san foi-nos dada pelo o mangaka Mizuki Shigeru em vários dos seus mangas, em especial no clássico Nonnonba que será editado em breve pela Devir na sua nova colecção de novelas gráficas japonesas. Shigeru deu-lhe uma forma de corpo redondo com um sorriso amigável a fazer-nos lembrar a cabeça do professor do manga Assassination Classroom que existe em edição em português pela Devir, ou para os mais nostálgicos é imaginarem a cabeço do famoso jogo Pac-man.

É possível que em outros países existam criaturas similares a Betobeto-san. De qualquer forma, ainda no japão existem um par de personagens similares, como são os casos do Teketeke ou do Bishagatsuku. Este yokai natural da prefeitura de Fukui, aparece unicamente no inverno, e a principal diferença com o nosso protagonista é que ao caminhar pelaa neve o som que se ouvee é bisha-bisha.

Escrito por: Fernando Ferreira