Loading...
ArtigosJogos

5 Jogos Clássicos do MSX

Antes de começar, devo dizer que esta selecção não será mais um top 5 dos melhores jogos para MSX, como aquela feita no artigo escrito pelo Fernando Ferreira há alguns meses (que podem encontrar aqui ).

Adquiri recentemente um MSX nacional e com ele vinha um lote de cassetes piratas de várias lojas portuenses (a maioria do extinto Centro Comercial Dallas) onde se encontravam vários títulos de qualidade produzidos em Espanha, mas também alguns clássicos nipónicos de referência.

Desses títulos seleccionei cinco dos melhores jogos, na minha opinião, e vou deste modo aproveitar para fazer uma pequena apresentação e análise aos mesmos:

 

Nemesis (グラディウス)

Nemesis ou Gradius, uma conversão do jogo original das arcadas lançado em 1986 no Japão é um competente side-scrolling shooter espacial, aproveitando bem as capacidades do hardware. Apesar de em comparação com o original arcade ficar a perder a nível de qualidade gráfica e sonora, não deixa de ser uma adaptação bastante competente e um jogo de referência para este sistema. Inicialmente a velocidade e capacidade de disparo da nossa nave é bastante reduzida, tendo em conta a quantidade de inimigos, sendo por isso necessário apanhar tantos powerups quanto possível e fazer uma navegação inteligente pelo ecrã. Muito recomendado, pois após alguma prática o nível de dificuldade vai diminuindo e o jogo vai-se progressivamente tornando mais prazeroso e viciante.

 

Antarctic Adventure (夢大陸アドベンチャー)


Este original do MSX é um dos mais famosos jogos desta plataforma e poderá ser descrito como um jogo de plataformas arcade em 3D simulado. Aqui controlamos um pinguim que deverá chegar à próxima estação antes que o tempo chegue ao final. Para isso devemos evitar quebras no gelo e leões marinhos. Ocasionalmente peixes saltam dos buracos no gelo e poderão ser apanhados para ganhar pontos extra. Como era comum nos jogos arcade da época, os níveis repetem-se, uns após os outros, com a única diferença de aumentar a velocidade a que os percorremos. Um clássico viciante, com gráficos simples, mas bem desenhados. A única falha que apontaria será o ser algo repetitivo, o que a sequela Penguin’s Adventure consegue corrigir com a criação de diversas áreas (floresta, subaquática, etc.) que alternam com as plataformas geladas que aqui vemos.

 

Konami’s Boxing (コナミのボクシング)


Jogo lançado em 1985, o meu favorito da colecção de simuladores desportivos da Konami (que contava com Golf, Soccer, Ping Pong, Baseball, entre outros). Conta com gráficos simples num estilo “cute” muito característico deste developer. Apesar da ausência de música (tirando uma pequena melodia no menu), consegue ter efeitos sonoros muito bem simulados e realistas (tendo em conta as limitações). Bastante divertido, lembra-me o Punch Out da Nintendo, este lançado dois anos depois e mantém-se como o melhor jogo do género para o MSX.

 

Konami’s Tennis (コナミのテニス)


Outro jogo de simulação desportiva extremamente divertido, este foi também lançado pela Konami, mas em 1984. Mantém-se o estilo gráfico característico acerca do qual já me pronunciei e uma abordagem minimalista a nível de música. Os efeitos sonoros, são mais uma vez bem conseguidos e fiquei surpreendido com o quanto me diverti com um jogo tão simples. Nota-se uma interessante progressão de dificuldade no comportamento do nosso adversário que ataca com mais intensidade e lança bolas para ângulos mais difíceis de atingir, criando situações cada vez mais desafiantes numa experiência verdadeiramente viciante. Já tinha ficado fã de simuladores deste desporto, através de jogos mais recentes (Virtua Tennis é um bom exemplo), mas este conseguiu-me conquistar-me ainda mais rapidamente com a sua simplicidade e jogabilidade arcade bem polida.

 

Kung Fu Master/Spartan X (聖拳アチョー)


Outro lançamento de 1985 desenvolvido pela IREM e lançado pela ASCII Corporation é um side-scroller de ação, muito provavelmente o primeiro Beat’em Up, adaptado do original arcade de 1984. Aqui controlamos Thomas, a personagem principal que terá de percorrer os cinco níveis do Devil’s Temple para resgatar a sua namorada Sylvia das garras do terrível Mr. X. Ação frenética com jogabilidade simples e eficaz, um jogo muito divertido que podemos considerar um predecessor, muito simplificado, de Streets of Rage.

Fica aqui a minha seleção, deixo também a recomendação de que explorem a partir daqui a excelente biblioteca MSX usando offline o emulador BlueMSX ou online o site WebMSX. Quanto aos jogos, não queremos apoiar a pirataria daí não partilharmos links, mas penso que basta dizer-vos para pesquisarem um pouco e conseguirão muito facilmente encontrar jogos suficientes para se entreterem até ao fim da quarentena.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Connect with Facebook

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.