Loading...
AnimeCinemaCulturaMangaNotícias

Katsuhiro Otomo vencedor em Angoulême

O mangaka e realizador Katsuhiro Ōtomo, autor de Akira (アキラ, manga e filme), Legend of Mother Sarah (沙流羅  Sāra), dos filmes Memories (メモリーズ ) e Steamboy (スチームボーイ) assim como do argumento da adaptação cinematogáfica de Metropolis (メトロポリス) do mestre Tezuka (entre muitas outras obras não listadas), começou 2015 em grande ao ser distinguido com o Grande Prémio do Festival Internacional de “Banda Desenhada” de Angoulême e irá assumir assim a presidência do júri no próximo ano, sucedendo ao norte-americano Bill Waterson (autor de Calvin & Hobbes).

Escusado será dizer que Akira foi, à época, um dos grandes responsáveis pela redinamização e redescoberta de manga e anime no mundo ocidental e é um trabalho verdadeiramente essencial e obrigatório destes géneros.

Otomo

Esta é a primeira vez que Angoulême (um dos maiores festivais do género do mundo) distingue um artista de manga (excepção feita ao prémio especial da quadragésima edição atribuído a Akira Toriyama). Para Ōtomo este prémio junta-se à entrada no Eisner Hall of Fame em 2012, ao prémio Winsor McCay em 2014, e à medalha de honra do Japão em 2013 e, na França, à Ordre des Arts et des Lettres, com o cargo de Chevalier em 2005 e Officier em 2014. Isto para além dos muitos prémios que dizem respeito apenas à obra-prima Akira…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Connect with Facebook

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.