Loading...
ArtigosManga

Kodoku no gurume

A banda desenhada japonesa e a gastronomia são dois dos maiores ex-libris do Japão. Juntando um dos mais importantes mangaka da actualidade, Jiro Taniguchi temos Kodoku no gurume (孤独のグルメ, O gourmet solitário, na língua de Camões), um manga onde nos é apresentado o senhor Inogashira Goro caixeiro-viajante de profissão e a sua constante busca de locais para comer.

Taniguchi dá imagem ao argumento de Masayuki Qusumi nesta história que não tem principio nem fim como é habitual na maior parte das histórias. O final do último capítulo poderia ser perfeitamente o primeiro capítulo da viagem gastronómica de Inogashira.

1

Se por um lado esta forma de contar a história pode ser interessante para algumas pessoas, porque permite ao leitor fazer as suas próprias histórias de vida do protagonista e imaginar assim como terá sido o seu passado e como será o seu futuro, para muitas outros leitores preferem que os personagens tenham algum tipo de evolução ao longo da história.

Ainda assim, há que dizer que a história não parece muito atractiva para a maioria dos consumidores de manga, pois sejamos sinceros ler a história de um homem que procura sítios para comer não é algo que chame muito a atenção como vamos às lojas para comprar um manga. Mas para os fãs minimamente conhecedores do trabalho deste excelente desenhador o caso muda de figura.

A estrutura de Kodoku no gurume é sempre a mesma, o que pode parecer um bocado repetitivo, mas como tudo as aparências iludem e sem dúvida que este manga apesar de não sei uma obra prima é muito melhor do que inicialmente aparenta.

2

Ao longo dos 18 capítulos com títulos de pratos típicos japoneses, Inogashira visita vários locais do Japão, e traz consigo todas as memórias de como era aquele lugar na sua infância e de todos aqueles pratos tradicionais que apreciava. Outras vezes descobre lugares que não reconhece por terem mudado completamente… mas também disfrutará de novas comidas e restaurantes que foram construídos recentemente.

Teria gostado ainda mais se aprofundassem o passado do protagonista, as suas relações, a sua família bem como alguma interacção com os seus clientes. Na verdade com cada prato que prova e cada lugar que visita, o protagonista recorda algumas coisas do passado e faz algumas analises interessantes, no entanto sentimos que falta algo.

O desenho é igual ao que Taniguchi nos tem habituado. Um traço limpo, delicado e refinado e um extremo cuidado na representação urbana com cenários repletos de detalhes. Na maior parte das vezes, os enquadramentos são muito limpos, que permite ao leitor, distinguir muitos detalhes dos pratos degustados por Inogashira.

3

Kodoku no gurume é um manga de apenas um volume e está publicado em várias línguas (francês, espanhol, inglês, português do Brasil e claro japonês), por isso se te interessas por cultura japonesa (em especial a gastronomia), este título é bastante recomendado, já que nos mostra e ensina muitos detalhes sobre a gastronomia típica japonesa. Em 2012, o manga foi adaptado para os ecrãs de televisão e neste momento vai na terceira temporada, cada uma com 10 episódios.

Em jeito de remate e conselho, não leiam este manga se estiveres com fome…

Escrito por: Fernando Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Connect with Facebook

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.