Loading...
ArtigosMúsica

Necronomidol

Muitas pessoas que conhecem a música japonesa, conhecem-na pelas girls bands que proliferam e proliferaram nos finais dos anos 90 e inicios da primeira década do século XXI. Recentemente apareceu uma nova vaga de girls band que muitos apelidaram de anti-kawaii, neste grupo estão bandas como as B.I.S. (Brand-new idol Society), BiSH, FRUITPOCHETTE ou Band-maid e que tinham como motto “IDOL is DEAD”.

Em Março de 2014, surge mais uma banda para se juntar ao lote. Quatro amigas (Setsuko Henmi, Sari, Rū Tachibana e Risaki Kakizaki) da capital japonesa juntam-se e foram as Necronomidol, nome que combina as palavras necromancer (ネクロ魔, nekuro ma), magic (魔, ma) e idol (アイドル). Como facilmente podemos depreender, a banda ia-se centrar numa temática obscura. Musicalmente podemos inserir a banda nos estilos black metal, dark wave e NWOBHM (New wave of British heavy metal), um movimento musical que surgiu entre os anos 1970 e 1980 na Inglaterra.

Actuaram pela primeira vez em Junho de 2014 no Muryoku Muzenji em Tóquio e o sucesso foi tão grande e “inesperado” que lançaram o primeiro single Ikotsu Mofubuki no mesmo mês. Este sucesso instantâneo leva as Necronomidol a realizarem um espectáculo mensal intitulado Aku no Chubomi (悪のちゅボミ) que acontece no inicio de cada mês.

Como é habitual neste tipo de girls bands os membros vão mudando ao longo do tempo por vários motivos. No final do ano, Hotaru Tsukumo foi recrutada porque Setsuko Henmei teve que sair devido a problemas de saúde. Em Abril do ano seguinte Rū Tachibana forma-se e dá lugar a dois novos elementos Karen Kusaka e Hina Yotsuyu.

Ainda em 2015, a fama da banda cresce além fronteiras e viajam até Taiwan para os primeiros concertos fora do Japão. No ano seguinte o sucesso ainda é maior. Logo no mês de Janeiro as meninas colaboram com o mangaka Shitaro Kago, um dos nomes mais importantes do movimento ero-guro (nome dado ao mangá com conteúdo erótico/grotesco) para criarem uma série de autocolantes.

Mas é em Fevereiro que as Necronomidol lançam finalmente o seu primeiro longa duração Nemesis, onde está incluída o tema Nayenezgani. A arte do cd teve a participação de vários mangaka de renome: Senno Knife, Shintaro Kago, Maruo Suehiro, Toshio Maeda (que já esteve em Portugal).

Em Setembro de 2016, o grupo regressa a Taiwan para mais uma série de concertos. E a 2 de Novembro de 2016, um novo membro Rei Imaizumi junta-se ao grupo depois da saída de Karen Kasuka. No mesmo mês foi a vez de Hotaru Tsukumo anunciar a sua graduação do grupo e parar suas actividades na indústria do entretenimento. Ela faz a sua última aparição como membro das Necronomidol a 29 de Novembro durante o Corazon Fes vol.21.

A banda começa o ano de 2017 com a integração efectiva de um novo membro Himari Tsukishiro. No mesmo mês, a banda revela o novo guarda-roupa e músicas, bem como o anúncio de novos projetos.

O segundo álbum Deathless é lançado a 22 de Fevereiro, o primeiro álbum com os novos membros Himari Tsukishiro e Rei Imaizumi. O grupo viaja para a Tailândia para tocar ao vivo nos 18 e 19 de Março no BlueBox Studio M Theatre Bangkok. Quatro meses depois viajam até à Europa para a apresentação do novo album em Metz, França.

No outono de 2017, o grupo anuncia um passeio pelos Estados Unidos para fazerem uma tournée chamada DARKNESS OVER THE PACIFIC TOUR que aconteceu entre 15 e 22 de Dezembro nas seguintes cidades: Los Angeles, Portland (Oregon), Seattle e San Francisco. Já este ano (2018), a editora portuguesa Atelier 5-7-5 reedita o álbum Nemesis em formato de cassete.

Actualmente, as Necronomidol (http://necronomidol.com) são compostas Risaki Kakizaki e Sari que entraram para a banda em 2014, depois Hina Yotsuyu em 2015, Rei Imaizumi no ano seguinte e por fim Himari Tsukishiro, a mais recente membro da banda (2017).

Escrito por: Fernando Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Connect with Facebook