Loading...
ArtigosCinema

Yogoto no yume

Realizado por Mikio Naruse, Every-Night Dreams (夜ごとの夢, leia-se Yogoto no yume) é um drama que estreou nas salas de cinema na década dos anos 30 e é indiscutivelmente um dos filmes japoneses mais famosos da era do silêncio.

O filme segue Omitsu (Sumiko Kurishima), uma mãe solteira que trabalha como empregada num bar na zona de Ginza onde marinheiros ancorados divertem-se. Todos os seus esforços são poucos para sustentar o filho Fumio (Teruko Kojima) numa altura em que o País do Sol Nascente vivia a era da Depressão. A sua situação financeira está tão má que divide um quarto com um casal (Jun Arai e Mitsuko Yoshikawa) que ajudam a tomar conta do filho.

Um dia, o marido Mizuhara (Tatsuo Saito) regressa com buracos nas solas dos sapatos e promete encontrar trabalho para que possam estar novamente juntos. Ele realmente tenta, mas falha. O seu filho de repente precisa de ajuda médica e cuidados hospitalares (foi atropelado por um carro). Omitsu pede dinheiro emprestado a um dos seus clientes, mas quando ela chega para receber o dinheiro, o marido chega e afasta o marinheiro

A história do filme desenvolve-se com um ritmo relativamente lento, com cenas de grande comédia e outras de muita paixão e sofrimento, representando o mundo da grande depressão para aqueles que estão no fundo.

O trabalho e a edição da camera de Naruse são muito activos e vigorosos, em silêncio, com muitas imagens dramáticas, ângulos variados e cortes rápidos nos fotogramas. Neste filme existem muito mais legendas do que o habitual (para ele ou qualquer outra pessoa da época), de modo que às vezes parece que estamos a ler o filme em vez de vê-lo e esta situação é muito incomum no cinema de Naruse.

E uma curiosidade em relação ao título do filme em nenhum momento vemos a actriz principal a sonhar por isso fica no ar o porque do realizador ter dado este nome ao filme.

Yogoto no Yume ou (Sonhos de todas as noites, como nós traduzimos) foi lançado em formato DVD e incluído numa compilação da The Criterion Collection intitulada “Silent Naruse”, onde foram compilados cinco filmes mudos feitos entre 1931 e 1934.

E agora podem ver o filme no canal da NIJI TV seguindo o link.

Escrito por: Fernando Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Connect with Facebook

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.