Loading...
MúsicaNotícias

Ryuichi Sakamoto diagnosticado com cancro

Já não bastava a situação que estamos a viver com esta pandemia, para recebermos mais uma notícia que nos deixa ainda mais tristes. Na semana passada foi divulgada a notícia que o compositor e músico japonês vencedor do Oscar, Ryuichi Sakamoto (坂本 龍一), tinha sido diagnosticado com um cancro no intestino.

A notícia foi confirmada pelo próprio no seu site oficial, escrevendo o seguinte: “a notícia foi desanimadora, mas graças aos excelentes médicos que conheci, a cirurgia que fiz foi um sucesso. Agora estou em tratamento.” Ainda na mesma mensagem ele expressou a gratidão à equipa médica, dizendo: “Devido a essas circunstâncias e a viajar longas distâncias, o trabalho será difícil. Mesmo assim, continuarei a trabalhar o máximo que puder durante o tratamento… A partir de agora, convivo com o cancro. Mas, espero fazer música durante mais algum tempo.”

Ryuichi Sakamoto é um dos músicos mais ilustres do Japão e em todo o mundo. Começou a ficar mais conhecido no final dos anos 70 quando fez parte do grupo Y.M.O. (Yellow Magic Orchestra). Depois do grupo decidiu fazer uma carreira a solo e pontualmente ir participando e colaborando com outros músicos incluindo artistas ocidentais como por exemplo Iggy Pop, David Byrne, David Sylvian.

No entanto a sua fama “rebentou” quando contracenou ao lado de David Bowie no filme Merry Christmas, Mr Lawrence (1983) e compôs possivelmente a sua música mais famosa. Escreveu várias bandas sonoras para filmes de Pedro Almodóvar ou Oliver Stone. Ganhou vários prémios: Oscar, Globo de Ouro e Grammy pela banda sonora do filme de Bernardo Bertolucci, O Último Imperador, de 1987.

Este diagnóstico cancerígeno já não era novidade para Sakamoto. Em 2014, foi diagnosticado com cancro na garganta e tirou um ano para concentrar-se no tratamento. Na altura ele escreveu: “Tive o momento mais duro e fisicamente doloroso da minha vida. Quase não consegui comer ou engolir minha própria saliva ”, disse ele no ano seguinte, acrescentava:“ Sinto-me melhor … sinto energia por dentro, mas nunca se sabe. O cancro pode voltar daqui a três, cinco ou 10 anos. ”

Esperemos que o GRANDE MESTRE Sakamoto viva muitos mais anos… Ficamos aqui a torcer por ele e esperançados que faça coisas tão ou mais bonitas das que já produziu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Connect with Facebook

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.