Loading...
ArtigosCultura

Undoukai

Quem costuma ver anime ou dorama é bem possível que já tenha reparado numas actividades desportivas que geralmente acontecem nas escolas. Organizados por comunidades locais, estas actividades que são programadas e começadas a organizar com bastante antecedência têm como prioridade as crianças, mas as próprias famílias também são totalmente envolvidas bem como o resto da comunidade.

Segundo consta, o Undoukai nome desta actividade desportiva teve a sua origem num ambiente militar no século XIX no início da Era Meiji (1868-1912), mas com o passar dos anos foi-se tornando num evento civil e familiar. Alguns anos mais tarde, a Universidade de Tóquio realiza uma competição idêntica à que era realizada no ambiente militar e foi aqui que pela primeira vez a expressão undoukai, que era o nome do Departamento de Desporto da Tōdai (contracção de Tokyo Daigaku, Universidade de Tóquio).

Mas é durante a primeira guerra entre a China e o Japão (1894-1895), que o Undoukai sofre um grande “boom”. O governo japonês decide introduzir nas escolas como um projecto de treino militar isto porque as tropas japonesas tiverem um grande dano. Introduzindo desta forma o Undoukai nas escolas seriam uma boa forma de preparar e criar novos soldados mais saudáveis e melhor preparados. Entendia-se que a educação física devia servir ao objectivo de fazer a criança aprender a noção de consciência nacional com o próprio corpo e por isso, ao invés de difundir o desporto como o judo ou o sumo – que apesar de tradicionais implicavam em uma prática individual – o governo priorizou as modalidades em grupo.

O undoukai logo tornou-se a ocasião perfeita para as escolas, uma vez por  ano, apresentar os resultados do treino físico e da aprendizagem ideológica das crianças – uma característica que perdurou até o fim da 2ª Guerra Mundial. Entretanto, as escolas japonesas no século XIX eram pequenas e mal equipadas. Naquela época eram organizadas pela comunidade, com a participação de várias escolas da região, e usavam um templo xintoísta local para realizarem estes festivais isto porque habitualmente estes locais religiosos possuíam áreas grandes. Como as escolas ficavam longe dos templos, era comum que os professores organizassem caminhadas para levar os alunos ao local. A caminhada em grupo ao local do undoukai foi chamada de ensoku (excursão), e por isso o próprio evento foi apelidado de ensoku undoukai durante vários anos. Até 1965, o undoukai era realizado em Setembro, quando terminavam as colheitas. Nesse ano foi estabelecido o feriado de Taiiku no Hi (体育の日) ou seja o Dia do Desporto, e é a partir desta data que os “jogos” começam a ser realizados. Em jeito de curiosidade também é neste dia que foi a abertura dos Jogos Olímpicos de 1964 realizados na capital japonesa.


Durante um undoukai assistimos a imensas provas e apesar desta actividade ser de cariz polidesportivo, como podemos verificar pelo nome das provas percebemos que todas elas também foram criadas para não apenas promover uma competição amigável entre estudantes, mas também uma aproximação colectiva entre famílias e nas relações entre alunos e professores. Ficam aqui algumas das provas que podemos encontrar num undoukai:

PROVAS PARA AS CRIANÇAS:

Gojyu e Hyaku meetoru kyoso (corrida de 50 e 100 metros)
O próprio nome da prova indica o que as crianças tem que fazer.

Keisan kyoso (corrida do cálculo)
Cartões com contas simples sem o resultado são espalhadas pelo chão, na metade do percurso (por exemplo, 7+3=, 5X2=, etc.). Com um lápis, cada criança corre, escolhe um cartão, escreve o resultado e continua a correr até terminar o percurso. Vence a criança que chegar primeiro com o resultado correcto escrito no cartão.

Tamaire kyoso (bolas ao cesto)
Dividem-se as crianças em duas equipas, que correspondem às cores – geralmente branco e vermelho – de dezenas de bolas de pano do tamanho de bolas de basebol. Uma pessoa – de preferência com um capacete na cabeça – segura no centro do campo um grande balde colocado na ponta de um pau com aproximadamente 4 metros de altura, no qual as crianças devem durante 5/10 minutos tentar encestar o maior número de bolas da cor da sua equipa.

PROVAS PARA OS ADULTOS:

Riree (corrida 4 X 400 metros)
À semelhança da primeira prova das crianças esta prova para os adultos é uma corrida por estafetas.

Yomesan sagashi (corrida da “procura da noiva”)
Um grupo de rapazes é formado na linha de partida, e um grupo de igual número de mulheres é formado na outra metade do percurso da corrida. Na metade da distância entre os dois grupos, são colocados no chão os cartões com os nomes de cada mulher. Os rapazes correm para tentarem apanhar o mais depressa possível um cartão para em seguida procurar e chamar pela jovem cujo nome estava escrito nesse cartão. Assim que encontra o seu par, ambos devem correr de mãos dadas até a linha de chegada.

PROVAS MISTAS:

Ninin sankyaku (corrida de 3 pernas)
Nesta prova é amarrada a perna direita de uma pessoa à perna esquerda da outra, que abraçadas pelos ombros ou à cintura correm juntas 50 metros.

Taiya korogashi kyoso (corrida de pneus)
Uma prova de corrida durante 50 metros empurrando um pneu com as mãos.

Kani kyoso (corrida de caranguejo)
São criados grupos de duas pessoas que estão abraçadas de costas e juntas tem que correr de lado durante 50 metros.

Por tratar-se de uma actividade mais lúdica do que competitiva, no undoukai o que mais importa é participar. Por esse motivo é comum depois das provas serem oferecidos os prémios que na verdade não são mais do que pequenos brindes, como cadernos, canetas, sabonetes, panelas, etc.


Entre as provas do período da manhã e as do período da tarde há um intervalo, no qual se faz uma pausa para um almoço. É comum que os participantes também aproveitem o período do intervalo para dançar o tradicional Bon Odori (um estilo de dança com passos simples e relativamente lenta, por isso bastante popular entre os mais velhos) ou ritmos mais modernos e vigorosos, como o street dance japonês e o Yosakoi Soran (mistura das danças folclóricas tradicionais com ritmos modernos do J-Pop), que são bem mais populares entre os mais jovens.

E como não podia deixar ser é óbvio que existem animes relacionados com esta prática desportiva e lúdica. Para isso basta recuarmos até ao ano da criação do Club Otaku (1997) para descobrirmos um anime com esta temática. Battle Athletes Daiundōkai (バトルアスリーテス大運動会) é um OVA de 6 episódios produzido pelos estúdios AIC e baseados no mangá com o mesmo nome da autoria de Yūki Nakano.

Actualmente, este tipo de evento tem vindo a consolidar-se numa resposta à velocidade do mundo em que vivemos. Com estes undoukai os japoneses em geral conseguem um momento de confraternização entre si e o resto da comunidade.

Em Portugal também existem ou já foram realizados alguns undoukais como o que aconteceu há umas 3 semanas em Lisboa. Estes são normalmente são realizados pela escola japonesa situada em Lisboa ou por associações de japoneses.

Escrito por: Fernando Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Connect with Facebook

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.