Loading...
EntrevistasMúsica

[Entrevista] : Pistol Jazz

Adoram motas, Serge Gainsbourg e Ennio Morriconne e detestam grandes editoras. São assim os Pistol Jazz, uma banda japonesa que se juntou em 2008 e que até ao momento já editou 2 discos na MiMi Records, uma netlabel que se dedica a divulgar a música japonesa. Conversámos com Takao Seto, líder deste power trio de sonoridade selvagem, sexy, agressiva e excitante.

1

Quem são os Pistol Jazz?
Três homens que vivem no campo numa pequena cidade em frente ao oceano pacífico quiseram provar que viviam e fizeram-no com som. Eles são Takao Seto (guitarra), Masafumi Morimoto (baixo) e Atsuo Higashino (bateria).

Até agora lançaram 2 EPs na netlabel portuguesa MiMi Records. Como é que isso aconteceu?
Encontrámos o dono da label em 2011 via facebook e ele estava interessado na nossa banda. Foi assim que lançamos o nosso álbum.

Como é que vocês decidem que material vão gravar?
O nosso desafio é sempre tentar incluir uma grande quantidade de tipos de música. Cada música tem uma história, mas ao ouvirem o álbum inteiro podem sentir uma outra história. Um álbum é como um filme.

A maior parte das bandas começa a mostrar a sua música na internet. O que é que pensam deste novo formato de distribuição?
Primeiro, não queríamos vender a nossa música. Apenas queríamos deixar os nossos fans ouvirem a nossa música. Apenas isso.

Não sabíamos acerca de netlabels com distribuição gratuita até encontrarmos a MiMi Records. E pensámos, isto é o que queremos! Esta é a nossa editora. Sim, claro que não há muitas editoras [deste tipo] no Japão. Também pensámos que se lançássemos noutros países, seria uma oportunidade para muitas pessoas poderem nos ouvir, e foi o que fizemos.

Mais ainda, lançamos pela internet. Não existe uma barreiras de países, nações, podemos partilhar a informação. Claro que queremos que oiçam a nossa música ao vivo, mas podemos partilhar pela internet. Se quiseres, se pensas que é um músico, deves utilizar a internet ao máximo para a tua música.

2

Por falar em musica e na internet. Quais são os músicos que estão a ouvir?
A maior parte da musica que encontro é através da internet e CDs, não temos grandes grandes hipóteses de ouvir musica ao vivo.

A música que prefiro é entre a metade dos anos 60 até a meio dos 70. Jazz europeu, bandas sonoras. Encontrei-is através da internet. Pessoas como Serge Gainsbourg, Ennio Morricone, Michael Lebrand, fazem-me sentir excitação, tristeza, e levam a minha imaginação ás lágrimas. Eu gosto deste tipo de música.

Têm outros hobbies além da música?
Sim. Todos nós adoramos motos!

De volta à música, reparei que as netlabels estão a crescer no Japão,assim como pequenas editoras. Como é que estão os concertos no Japão? Costumam tocar frequentemente?
Nós tocamos uma vez por mês. Tentamos sempre coisas novas, por isso é sempre diferente. Mas isso é todo a razão da nossa música! Também lançamos a nossa musica por editoras. Fazemos música, e usamos redes sociais para falar sobre a nossa música. É mais do que apenas concertos ao vivo.

O que vem a seguir na vossa agenda bem preenchida?
Neste momento estamos a fazer uma nova canção e a gravar no nosso próximo álbum. Na nossa agenda está o terceiro álbum e estamos a pensar em adicionar uma nova canção com vocais, o que é uma mudança em relação aos nossos primeiros álbuns.

3

Quais são os vossos objectivos em termos músicas num futuro próximo?
O nosso objectivo é mostrar o que fazemos com a nossa vida. Daqui a alguns anos, ou séculos mais tardes, se alguém encontrar e ouvir as musicas dos PISTOL JAZZ em qualquer lado do mundo, mesmo que eu já tenha passado deste mundo, a música dos PISTOL JAZZ pode continuar a viver. Não sabemos se isto será realmente verdade, mas acreditamos e continuamos a criar música para que o nosso sonho se torne realidade!

Alguns comentários finais para os leitores do ClubOtaku
Não queremos fazer isto por dinheiro, ou pelas honras. Esta é uma banda que toca do coração, e usa todas as partes do corpo com energia para produzir o seu som. No Japão a nossa alcunha é “Os piratas de Muroto”, espero que venham a conhecer a nossa banda e chegarmos aos corações dos leitores do Clubotaku através da internet.

Para fazerem download dos discos dos Pistol Jazz, basta seguirem o link.

Entrevista realizada por: Fernando Ferreira

1 comment
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Connect with Facebook