Loading...
ArtigosManga

Shimotsuma Monogatari

Já tínhamos o artigo da light novel, (ler aqui) e o artigo sobre o filme (ler aqui), faltava só falar da versão em formato manga.

Este manga de volume único intitulado Shimotsuma Monogatari ganhou o nome no Ocidente de Kamikaze Girls. A história é originalmente escrita por Novala Takemoto, mas no formato de manga tem a arte de Yukio Kanesada e foi publicada em 2004 na revista Betsucomi e teve a sua versão pela Viz na sua linha Shoujo Beat (mais direccionada para um público feminino).

O manga é uma versão muito mais condensada do “light novel”. A primeira parte do manga que ocupa mais de metade do volume é dedicada à história principal que conhecemos da versão livro e filme que teve nos principais papeis as duas fantásticas actrizes daquela altura: Kyoko Fukada e Anna Tsuchiya.

Na segunda parte do livro temos 3 mini histórias que teve a autorização da escritora. A primeira história é uma espécie de continuação da história principal, onde Ichigo (a motoqueira) apaixona-se pelo irmão gémeo do irmão que namorou na história principal. E depois tivemos outras duas histórias, The pinky-ring Princess, uma história super “kawaii” sobre uma jovem que se apaixona por um homem mais velho e The middle-finger Princess, a continuação da história anterior.

Mas sobre o que fala este Shimotsuma Monogatari? Antes de contar um pouco a premissa digo-vos que é uma história sobre uma amizade imprevisível. De um lado temos Momoko, uma gothic lolita que tem como filosofia de vida o bom gosto, a classe e uma forma de vestir como se vivêssemos em pleno século XVIII, do outro lado temos Ichigo que tem como estilo a moda yanki, que se caracteriza pelo amor profundo às motas, e que geralmente são independentes, duras e rebeldes, que valorizam a sua liberdade. O que vamos encontrar aqui é uma colisão entre dois mundos tão distintos mas que a amizade ajuda a passar essas barreiras.

A arte do manga é bastante simples mas muito agradável à vista. Apesar de não ter muitos detalhes com a excepção dos vestidos de Momoko, Yukio Kanesada consegue transmitir bem as sensações e emoções de ambas as protagonistas principais.

Resumindo, Shimotsuma Monogatari é um bom manga para quem gosta de um shoujo bem como que quer ficar a conhecer estas duas subculturas urbanas japonesas. E como mais valia podem sempre ler a “light novel ou mesmo ver o filme.

Escrito por: Fernando Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Connect with Facebook

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.